Seminário em Dourados aborda práticas do passe espírita

09/09/2017 21h58

Um seminário sobre passe e acolhimento no centro espírita, realizado na tarde de sábado (09/09), no Centro Espírita Amor e Caridade, reuniu trabalhadores espírita de Dourados, Maracajú, Rio Brilhante e Fátima do Sul para tratar das práticas do passe nas casas espíritas.

O seminário foi desenvolvido pela coordenadora da URE/Dourados, Jovina Nevoleti, que fez uma ampla abordagem, citando vários autores espíritas, como Emmanuel, André Luiz, Marta Antunes de Moura e o codificador Allan Kardec com as obras A Gênese, O Livro dos Espíritos e O Livro dos Médiuns.

Jovina Nevoleti trouxe esclarecimentos sobre a aplicação do passe desde o conceito, a finalidade e os mecanismos até quem pode aplicar e quem pode receber o passe espírita. A coordenadora ainda ressaltou que o passe praticado nas casas espíritas se dá pelo magnetismo misto, por meio da transmissão de energias do trabalhador passista juntamente com a energia espiritual, mas os benefícios de cura e de alívio do sofrimento só se darão pelo desejo sincero do passista em auxiliar o próximo e da receptividade do necessitado.

Outro tema tratado no seminário foi sobre a importância do acolhimento fraterno que acontece na recepção das casas espíritas, principalmente aos visitantes.

Para o coordenador do Departamento de Assistência e Atendimento Espiritual do Amor e Caridade, Manoel do Espírito Santo, os seminários visam não apenas reciclar conhecimentos, mas, principalmente, atrair novos trabalhadores.

Texto e fotos: Anita Tetslaff