Refletindo sobre a felicidade o Amor e Caridade comemora seus 72 anos

11/03/2018 21h05

"Pode o homem gozar de completa felicidade na terra?". Uma reflexão sobre a felicidade foi a temática abordada pelo palestrante Luciano Montalli, membro da Federação Espírita de Mato Grosso do Sul, para os convidados do Centro Espírita Amor e Caridade, numa noite festiva em comemoração aos 72 anos da instituição, celebrada no último sábado (10), que contou com a presença de vários dirigentes das casas espíritas de Dourados e região, e com a participação sempre especial do Grupo de Cantos "Caravana do Evangelho".

Numa época em que as pessoas buscam a felicidade a qualquer preço e postada em redes sociais, Luciano Montalli trouxe a abordagem baseada no Capítulo I, Das penas e Gozos Terrestres, questões 920 a 922, da obra "O Livro dos Espíritos", Felicidade e Infelicidade Relativas, em que os espíritos dizem categoricamente que não existe completa felicidade na terra, mas é possível conseguir uma felicidade relativa.

Para o palestrante, a busca da felicidade possível se conquista com ações que não infrijam as leis naturais, que também são as leis morais apresentadas na mesma obra, já que quase sempre o homem é obreiro da sua própria infelicidade. Buscar a felicidade em Cristo é facilmente se consolar com alguns aborrecimentos passageiros de uma viagem que o levará a posição melhor de acordo com os cuidados nos preparativos para essa jornada, concluiu Montalli.

O Centro Espírita Amor e Caridade é a casa espírita mais antiga de Dourados e contribuiu para a criação de muitas outras que se espalharam pelo município. É uma entidade considerada de utilidade pública municipal e estadual pelos tantos trabalhos realizados em prol da população mais desfavorecida.A casa oferece atividades durante toda a semana, como: estudos da Doutrina Espírita e da Educação da Mediunidade; evangelização infantil e juvenil; atendimento fraterno; implantação do Evangelho no lar; confecção de enxoval para bebê; assistência e promoção social; e irradiação. As palestras públicas, com passes, são realizadas nos sábados e nas segundas-feiras sempre abertas também para a comunidade não espírita.

Confira a programação do Amor e Caridade.

Texto e fotos: Anita Tetslaff