A presença de nossos amigos espirituais

06/06/2017 20h36

Meus irmãos, todos vocês sabem que nunca estão a sós, só de nós depende quem estará ao nosso lado, quem fará parte de nossa vida.

Se começamos bem o dia atraímos bons amigos espirituais, se começamos mal, irritados, atraímos irmãos com a mesma atitude, com o nosso humor. E por que começamos o dia já induzidos pela noite que tivemos.

Onde será que fomos à noite? Na hora de adormecer fez falta as nossas orações, o pedido ao Pai de que fizéssemos um bom caminho no nosso sonho. Fez falta um pensamento cheio de luz nos ligasse a Jesus e a Deus, que nos unisse aos irmãos espirituais, nossos amigos desencarnados.

Nada nos protegerá no mundo espiritual se estivermos com o coração cheio de pensamentos pesados, de desavença na presença constante do Pai ao nosso lado, preenchidos pelas coisas ruins que vimos, ouvimos e vivemos ao longo do dia. Vivenciamos o vazio na nossa alma, pois não há amor, não há paz, não há equilíbrio em nós.

Tudo começou então no nosso dia. Desanimados, andamos pelo nosso dia descuidados. Sentimentos ruins de raiva, de desafeto, de indiferença aos que nos rodeiam nos acompanham o dia todo. Como poderia ser a nossa noite? O longo período do descanso do corpo muitas vezes nenhum benefício traz.

Eis que o ciclo se fecha. O dia que começa influenciado pela noite que passou e a noite se influenciou pelo dia que tivemos.

Os amigos espirituais nos acompanharam, quietos e talvez até infelizes com a dificuldade que temos em abrir os nossos pensamentos, o nosso coração, à boa influência deles. Nada conseguem fazer. Nada atingem em nós.

Temos ao nosso lado toda a ajuda que precisamos para nosso equilíbrio, para obtermos a felicidade possível nesta vida, basta abrir o coração, pedir ao Pai que fortaleça nossa capacidade de nos ligarmos aos bons espíritos.

Autoria: Um amigo

Mensagem psicografada na União Espírita Allan Kardec em 09 de março de 2017