Campanha de Evangelização Espírita completa 40 anos de conquistas

30/10/2017 09h19

Evangelização no Grupo da Prece Evangelização no Grupo da Prece

Foi em outubro de 1977 que a Federação Espírita Brasileira (FEB) iniciou uma campanha permanente em prol da evangelização espírita no Brasil. A campanha completa 40 anos com saldo positivo: a crescente adesão dos que aceitaram o convite "Evangelize: coopere com Jesus". Em consonância com a semente lançada, os trabalhadores de todos os cantos passaram a seguir o programa que tinha como meta a educação moral das crianças e jovens. A adesão dos centros espíritas de Dourados segue o propósito do Alto de que "a criança e o jovem reclamam direção no bem".

Hoje, com objetivos determinados e estruturados, as aulas de evangelização oferecem oportunidades para que o evangelizando aprenda a integrar consigo mesmo, com o próximo e com Deus e compreenda a lei natural que rege o Universo, da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal. Estimular a percepção de que é um homem integral, crítico, consciente, participativo, herdeiro de si mesmo, cidadão do Universo, agente de transformação de seu meio, rumo a toda perfeição de que é suscetível, completa os objetivos para a transformação do homem, como Ser espiritual.

Segunda maior cidade do Estado de Mato Grosso do Sul, Dourados conta com 14 Instituições Espíritas que oferecem atendimento fraterno ao público com palestras, terapia do passe, aulas de evangelização e algumas delas fazem distribuição de sopa e doação de cestas de alimentos.

Cada casa espírita se organiza para atender as diferentes faixas etárias das crianças, adolescentes e jovens. Todas seguem um currículo comum e metodologia variada para atender a necessidade de cada turma, seja ela Maternal (3-4 anos), Jardim (5-6 anos), Infância - 1º ciclo (7-8 anos), Infância - 2º ciclo (9-10 anos), Infância - 3º ciclo (11-12 anos), Juventude - 1º ciclo (13-14 anos), Juventude - 2º ciclo (14 a 17 anos) ou Juventude - 3º ciclo (18 a 21 anos).

A União Regional Espírita de Dourados (URE), responsável por dinamizar o Movimento Espírita na região, atende os centros das cidades de Itaporã, Maracaju, Douradina, Rio Brilhante, Fátima do Sul, Vicentina, Jateí, Glória de Dourados, Caarapó, Juti, Naviraí, Laguna Carapã e Ponta Porã. São trinta e duas casas espíritas no total. A coordenadora da União, Jovina Nevoleti, ressalta que 90% delas oferecem evangelização infanto-juvenil.

A Sociedade Grupo da Prece, fundada em 18 de novembro de 1991, no Bairro Cachoeirinha, na periferia de Dourados, oferece a evangelização aos sábados a partir das 14h30, a aproximadamente 40 estudantes, entre crianças e adolescentes. Paralelamente a isso, a comunidade também participa de palestras. No final das atividades, a tão aguardada sopa preparada pelos "Amigos Fraternos", é distribuída. Entre abraços, sorrisos e bastante conversa, a turma se despede, para continuar no próximo sábado.

Na União Espírita Allan Kardec, no Bairro Monte Líbano, também periferia de Dourados, o atendimento não é diferente do Grupo da Prece. As características e necessidades são parecidas, ou seja, junto com o alimento espiritual oferecido nas aulas interativas de evangelização a cerca de 80 estudantes, a comunidade de pais participa da exposição evangélica, recebe o lanche e leva para casa uma cesta de alimentos. Assim como o Centro Espírita do Cachoeirinha, o grupo Allan Kardec, participa do Programa Mesa Brasil.

IMPORTÂNCIA

Jovina Nevoleti explica que "Jesus, modelo e guia de nossa vida, quando esteve entre nós destacou em vários momentos a importância de acolher as crianças mesmo na sua simplicidade e ignorância, pois o Reino de Deus, a Boa Nova dizia respeito a todas as criaturas".

Para a coordenadora da URE-Dourados, quando se comemora os 40 anos da Campanha Permanente da Evangelização infanto-juvenil promovida pela FEB, é possível perceber o quanto esta área avançou em todo Brasil, instituindo literatura, livros didáticos e metodologias próprias, além de oferecer diretrizes seguras para as escolas de Evangelização.

"A vibração contida em cada passagem do Evangelho de Jesus, a autodescoberta de saberem-se filhos de Deus, ilumina estas almas infanto-juvenis fornecendo-lhes as diretrizes de uma vida mais plena de sentido, onde o respeito, a si e ao próximo, previne os desajustes e desequilíbrios tão naturais nos dias atuais", afirmou Jovina.

Neste sentido, acrescentou que a evangelização à luz da Doutrina Espírita continua sendo o elo a fortalecer os propósitos divinos nos corações infanto-juvenis que encarnaram e assim retornaram a um mundo em transição como a Terra. "Penso, portanto, que seja de fundamental importância, que nos engajemos ainda mais nesta tarefa divina de reconduzir ao Pai amoroso as nossas crianças, jovens, para que o mundo de regeneração se faça realidade em nosso orbe", avaliou a coordenadora da URE-Dourados.

Entre os grandes evangelizadores do Brasil, Cecilia Rocha foi a responsável pela implantação do Departamento da Infância e Juventude na FEB e organizou a Campanha Permanente da Evangelização. Alguns dos pioneiros da evangelização no Brasil, entre eles, Manoel Vianna de Carvalho (1874-1926), a educadora Anália Franco (1856-1919), Jeronymo Ribeiro (1854-1926), Antônio Lima (1864-1946) e Leon Denis devem estar comemorando a abrangência do trabalho educativo no solo brasileiro, a maior nação espírita do planeta, com 3,8 milhões de seguidores.

HISTÓRICO

Em setembro de 1978, a Revista Reformador publicou a mensagem espiritual "O Brasil no Futuro" de Pedro de Alcântara e a felicidade da espiritualidade pela semente lançada, na Terra do Cruzeiro. Confira:

Deflagrada está a Campanha Nacional de Evangelização Espírita Infanto-juvenil em toda a Terra de Santa Cruz!

Contemplamos extasiados, nós que nos acostumamos a ver a glória do Senhor em luminosidades sem par, a vastidão da Pátria do Evangelho, salpicada de estrelas que surgem como sementes inundando o solo de beleza e policromia.

Contornando o Coração do Mundo, brilhante auréola o protege da investida maior das sombras.
Em cada Estado brasileiro, a luz apresenta-se de forma diferente. Pequenina em alguns, revelando a semente tímida no santuário dos corações, soberba em outros, porém todos ostentando o fulgor da bênção divina da união do princípio evangelizador que fertilizou o país de claridades eternas, preparando-o para o porvir que não demora.

Encantamento e entusiasmo são júbilos sublimes nos Planos da Luz Divina.

Otimismo e felicidade visitam os Espíritos empenhados no labor sagrado da Campanha. E comovidos assistimos fulgurantes irradiações a se estenderem aos países vizinhos, unindo as almas no mesmo ideal santo e dignificador.

Eis porque, emocionados com a sementeira que se faz luz no solo brasileiro, lembramo-nos de trazer-vos estas palavras singelas sobre a feliz programação que está sendo cumprida.

A emoção expressa nas palavras supramencionadas convida a compreender o significado da Campanha sob uma dimensão ampliada, legitimada pela Espiritualidade que acompanha a "união do princípio evangelizador que fertilizou o país" e zela pela "feliz programação que está sendo cumprida".

Texto: Fátima Frota